Phablo Dantas
SAÚDE
Cobertura vacinal da 8ª Região de Saúde aumenta mais de 40%
Em meados de 2018, apenas a primeira dose de Tríplice Viral tinha cobertura acima do nível satisfatório definido pelo Ministério da Saúde.
31/01/2019 13h10
Por: Redacao
Fonte: São Bento Agora
Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) traçou um planejamento junto com a 8ª Gerência Regional de Saúde (8ª GRS) e conseguiu melhorar a cobertura vacinal dos municípios da área, que abrange o município de Catolé do Rocha.

Em meados de 2018, apenas a primeira dose de Tríplice Viral, no município de São José do Brejo do Cruz, tinha cobertura acima do nível satisfatório definido pelo Ministério da Saúde. Diante desse cenário, técnicos da SES e profissionais de saúde da 8ª GRS traçaram um plano de ação regional que teve como objetivo realizar visitas aos municípios para orientações sobre cobertura vacinal e alimentação do Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunização (SIPNI).

De acordo com a gerente regional de saúde da 8ª GRS, Ludimila Queiroga, Oficinas de Educação Permanente são realizadas mensalmente para enfermeiros e técnicos de enfermagem dos 10 municípios da região (Catolé do Rocha, Jericó, Mato Grosso, Riacho dos Cavalos, Bom Sucesso, Brejo dos Santos, Brejo do Cruz, Belém do Brejo do Cruz, São José do Brejo do Cruz e São Bento). A estratégia também conta com reuniões com profissionais da Atenção Básica e Imunização para reforçar a importância de alimentar o sistema.

Como resultado, atualmente, apenas três municípios estão com a cobertura abaixo do desejável. Houve um aumento de 40% na imunização das crianças. “São iniciativas como essas que revelam resultados positivos para toda a nossa região e nos mostra a cada dia que o planejamento de ações é uma importante ferramenta de gestão do SUS”, pontua Ludimila Queiroga. 

A técnica do Núcleo de Imunização da SES, Márcia Fernandes, afirma que o sistema continua aberto para alimentação dos dados de 2018 até o dia 30 março e que até lá esses números podem melhorar. Ela explica que a secretaria continua desenvolvendo ações e reuniões com municípios de outras gerências que apresentam cobertura insatisfatória.

“O núcleo de imunizações da SES vem desenvolvendo reuniões com os municípios que estão com baixa cobertura vacinal, fazendo avaliação do banco de dados, verificando as inconsistências nele, e fazendo avaliação da cobertura vacinal para tentar melhorar esses dados. Com isso, esperamos que as outras regiões de saúde tenham um resultado parecido com o da 8° gerência”, concluiu Márcia.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários