Phablo Dantas
MUNDO FORROZEIRO
Dão Lopes fala em cartel no forró e diz que bandas precisam produzir “coisas novas”
Sobre o forró romântico, Dão é enfático ao afirmar que ele não sai de moda, mas faz uma ressalva às bandas que vivem dele.
Mundo Forrozeiro

Mundo ForrozeiroTudo sobre o mundo dos famosos em um só lugar!

08/02/2019 08h52
Por: Redacao
Fonte: Forró Dicumforça
Foto: Facebook/Moleca 100 Vergonha
Foto: Facebook/Moleca 100 Vergonha

Ele é uma referência no mundo do forró quando se fala em talento e carisma. Sendo assim, nada melhor que Dão Lopes, vocalista da Moleca 100 Vergonha, para falar com propriedade sobre esse ritmo genuinamente nordestino, que não anda lá bem das pernas. Para o cantor, que falou com exclusividade ao Forró Dicumforça, o forró até que tem crescido, mas precisa repensar algumas práticas.

“O forró está evoluindo, mas tem um determinado cartel”, afirma Dão Lopes. Para ele, é preciso mais união para enfrentar os desafios.

“União dos empresários e produtores de eventos pelo menos artisticamente, porque se não o movimento vai continuar nas mãos de dois, três, e vai futuramente se deteriorar”, declarou.

Sobre o forró romântico, Dão é enfático ao afirmar que ele não sai de moda, mas faz uma ressalva às bandas que vivem dele.

“O romântico não sai de moda. A gente canta e escreve o cotidiano do ser humano. O pagode romântico já voltou pro mercado atual e isso é combustível pra o forró romântico, mas as bandas do seguimento têm que produzir coisas novas pra não serem rotuladas como forró das antigas”, alerta.

De volta à Moleca 100 Vergonha, Dão Lopes disse que aceitou fazer o caminho de casa por amar a banda de Araripina. “Voltei por amar a banda”, disse.

E se depender da banda, 2019 será especial. É o ano em que a Moleca 100 Vergonha completa 20 anos.

“A Moleca está preparando um DVD super moderno com algumas músicas inéditas. Tem muita novidade em 2019. A Moleca 100 Vergonha completa 20 anos dia 11 de setembro, então é um ano de muitas produções e colheita, eu creio”, finalizou.

 

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários